Playtech desiste de acordo com mexicana Caliente

Playtech desiste de acordo com mexicana Caliente

A fornecedora de software de jogos de azar britância Playtech disse nesta sexta-feira (29) que parou de negociar com a Caliente Interactive para que a unidade da empresa mexicana de apostas esportivas Caliplay seja listada publicamente nos Estados Unidos por meio de um acordo SPAC.

A informação foi divulgada pela agência de notícias Retuers e a razão citada pela empresa foram as condições fracas do mercado de capital. Atualmente a Playtech recebe uma taxa pelo software e serviços que fornece à Caliplay e tem um acordo de opção com a controladora Caliente para comprar 49% da unidade. A empresa também tem o direito de comprar novas ações do novo veículo, caso a Caliplay seja comprada.

A Playtech, que é listada na bolsa de valores de Londres, disse que está explorando outras alternativas.

De acordo com a Playtech, "ambas as partes (Playtech e Caliente) também continuam discutindo com a SPAC (empresa de aquisição de propósito específico) e seus associados sobre esta oportunidade alternativa".

A Reuters ainda recorda que no início deste mês, a empresa de consultoria e investimentos TTB Partners, com sede em Hong Kong, abandonou uma oferta pública de aquisição da Playtech, culpando as condições desafiadoras do mercado.