Os desafios do mercado emergente de pagamentos

Negócio
Os desafios do mercado emergente de pagamentos

Os desafios do mercado emergente de pagamentos

À medida que o mercado latino-americano se expande a uma taxa exponencial, o estabelecimento de opções de pagamento continua sendo um obstáculo cada vez mais difícil para as empresas da região. 

No painel "Liderança no iGaming: a visão de executivos internacionais sobre negócios na América Latina" da SBC Digital Summit Latinoamérica, Becky Liggero do CalvinAyre.com Fontana, levantou a questão sobre as oportunidades potenciais que surgirão no setor do jogo na América Latina em relação aos pagamentos.

Andrea Rossi, diretora comercial da Betsson, disse: “Os pagamentos são o grande desafio para a América Latina, é uma região onde há pouca penetração no cartão de crédito, portanto as operadoras precisam lidar com isso. Existem alguns agregados que fornecem suporte, mas a penetração no varejo é forte o suficiente em alguns mercados para atenuar a falta de cartões de crédito e dispositivos eletrônicos”. 

“A loja se tornou a maneira mais acessível de depositar e sacar fundos de uma operadora. É um desafio, mas está se desenvolvendo e vejo cada vez mais soluções de pagamento disponíveis para as operadoras. A América Latina é um mercado emergente, por isso temos de aguardar desenvolvimentos sólidos em termos de soluções de pagamento", acrescentou.

Por sua parte, o diretor de marketing da Parimatch, Dmitry Belianin, disse: "Os pagamentos são sempre difíceis, especialmente nos mercados emergentes". O diretor enfatizou que um dos desafios é estabelecer uma estrutura apropriada para os usuários e disse: “Sinto que a questão da confiança é um dos aspectos principais para o sucesso em muitos mercados, mas especialmente na América Latina. A rapidez com que o dinheiro é processado e a rapidez com que é retirado, esses são os principais aspectos”. 

Da mesma forma, Belianin destacou o potencial das criptomoedas e as chamou de "o cavalo de batalha" de qualquer mercado, mas especialmente no Brasil, onde as moedas virtuais continuam a adquirir maior crescimento e participação do usuário.

Navegar pelas diferentes integrações pelas jurisdições latino-americanas é um desafio adicional que Belianin considera notável, pois muitos países têm seus próprios métodos de pagamento.

Relacionadas