Netflix lança jogos para aparelhos Android e iOS

Negócio
Netflix lança jogos para aparelhos Android e iOS

Netflix lança jogos para aparelhos Android e iOS

Primeiro foi para os usuários Android, agora também para quem tem aparelho iOS. A Netflix lançou oficialmente a seção de jogos para os usuários dos dois sistemas operacionais. Segundo o site de tecnologia The Verge, "o serviço dá aos usuários acesso a uma seleção limitada de jogos para celular, sem anúncios ou compras no aplicativo."

Na conta oficial @NetflixGeeked no Twitter na terça-feira (9), o anúncio dizia: "A Netflix Games está chegando ao iOS! A partir de amanhã, você poderá acessar o Netflix Games por meio do aplicativo Netflix em qualquer dispositivo móvel, em qualquer lugar do mundo." 

O repórter da Bloomberg Mark Gurman confirmou via Twitter que cinco jogos de lançamento já estão disponíveis como downloads individuais na App Store. Os jogos são Stranger Things: 1984, Stranger Things 3: The Game, Shooting Hoops, Teeter (Up) e Card Blast. O recém-anunciado jogo Hextech Mayhem: A League of Legends Story custará US$ 10 no Switch e no PC, mas gratuito para assinantes da Netflix.

De acordo com o site, o lançamento no iOS vem acompanhado de alguma preocupação da Netflix em relação à Apple. Isso porque as políticas da App Store da Apple atrapalharam outras plataformas e serviços de jogos, já que normalmente impede que aplicativos de terceiros atuem como vitrines para aplicativos.

Não é apenas a Netflix que passa por esse constrangimento. "Outras plataformas de jogos em nuvem, como Microsoft xCloud, Nvidia Geforce Now, Google Stadia e Facebook Gaming, têm lutado para encontrar apoio no iOS devido às exigentes restrições da App Store da Apple.", informa o The Verge. Estas plataformas tentam contornar as políticas da Apple, mas terminam por prejudicar a experiência de jogo.

O site aponta, porém, que a Netflix pode ter dado sorte. "Em e-mails internos descobertos em maio, a Apple examinou possíveis concessões relacionadas a aplicativos de terceiros que oferecem compras no aplicativo e diferentes incentivos que poderiam atrair a Netflix."

Então, teoricamente a Apple queria que a Netflix continuasse vendendo assinaturas dentro de seu aplicativo para que pudesse ganhar uma parte do dinheiro. Se a Apple estava disposta a tratar a Netflix como um caso especial à época, ela poderia fazer o mesmo agora.

Relacionadas