Ohio sorteará US$ 5 milhões para quem se vacinar

Loterias
Ohio sorteará US$ 5 milhões para quem se vacinar

Ohio sorteará US$ 5 milhões para quem se vacinar

Os Estados Unidos seguem em campanha acelerada para imunizar sua população contra a COVID-19. Alguns estados estão surgindo com propostas próprias para convencer cidadãos a se vacinarem. Os incentivos vão desde oferecer cerveja como em Nova Jersey até sorteios milionários, como no estado do centro-leste americano.

O governador de Ohio, Mike DeWine, anunciou que vai sortear US$ 5 milhões para pessoas que se vacinarem. Serão cinco vencedeores, cada um ganhará US$ 1 milhão. Para participar, os habitantes do estado deverão ter mais de 18 anos.

O sorteiro ocorrerá no sistema de 'loteria de arrependimento'. Neste modelo, todos os participantes, ou seja, a população acima de 18 anos, são automaticamente inscritos no sorteio. Para 'ativar' seu bilhete, o participante precisa atender um critério específico. Neste caso, ser vacinado. Quando houver o sorteio, se o participante contemplado não tiver cumprido a regra de se vacinar, ele não ganha o prêmio.

Este tipo de loteria é muito popular porque produz um efeito psicológico de incentivar as pessoas a participarem e assim evitar o arrependimento caso sejam sorteadas e não tenham atendido aos critérios. 

Os menores de 18 anos também terão estímulos para tomar a vacina. Adolescentes de 12 a 17 anos concorrerão a bolsas de estudo integrais.

A medida do governo de Ohio enfrentou críticas e elogios. Os críticos dizem que se trata de um desperdício de dinheiro público. Os favoráveis defendem que é uma maneira eficaz de engajar a população, principalmente os hesitantes, na campanha de vacinação e ainda premiá-la. 

Esta semana os Estados Unidos deram um importante passo no retorno a uma normalidade permitindo que cidadãos plenamente imunizados (o que significa tomar a vacina e aguardar seu tempo de efeito no organismo) dispensem o uso da máscara em ambientes abertos e fechados. Porém, com a vacinação em estágio avançado no país, agora a tarefa é convencer aqueles que ainda permanecem em dúvida para garantir a imunização completa da população.

Fonte: CNN Brasil

Relacionadas