Ministério da Economia autorizou nova loteria

Loterias
Ministério da Economia autoriza criação de nova loteria

Ministério da Economia autorizou nova loteria

O Ministério da Economia (ME), por meio de sua Secretaria de Avaliação, Planejamento, Energia e Loteria (Secap), autorizou a Caixa Econômica Federal a instituir um novo produto lotérico no país: a Supersete. 

A Caixa Econômica Federal operará a loteria que será um jogo de previsão numérica em que o apostador deve prever quais serão os números sorteados no próximo concurso. Dentro dessa modalidade de previsão numérica já existem exemplos no Brasil, como Mega Sena e Quina. 

De acordo com o regulamento da nova loteria, também publicado no DOU, para a aposta simples ou mínima o apostador deverá indicar sete algarismos e no máximo, vinte e um, de um total de sete colunas com dez números cada. O apostador pode escolher entre um e três números por coluna.

Os valores das apostas (simples, combinadas ou múltiplas) e o início da operação serão estabelecidos pela Caixa, que também será responsável pela campanha publicitária da nova loteria.

De acordo com a lei 13.756 / 2018, os recursos arrecadados pelo Estado nas loterias serão utilizados para financiar políticas públicas, como segurança, esporte e cultura. Nesse sentido, o subsecretário de prêmios e sorteios da SECAP / ME, Waldir Eustáquio Marques Júnior, afirmou: “Com a criação da Supersete e com as alterações realizadas nesta semana na Lotofácil espera-se um aumento na arrecadação das loterias federais em torno de R$ 1 bilhão por ano”.

Lotofácil

O Lotofácil acaba de adicionar uma série de mudanças nas operações, como por exemplo, os empates semanais que passou de três para seis e também aumentou a aposta máxima, de dezoito para vinte algoritmos, de um total de vinte e cinco. A aposta mínima permanece em quinze números. Os jogadores que combinarem de onze a quinze algoritmos receberão um prêmio.

Outra mudança que foi introduzida neste jogo é que a criação de uma reserva correspondente a 10% de cada edição foi organizada para expandir os prêmios em concursos que terminam em zero. "O objetivo é criar prêmios mais atraentes", concluiu Marques Júnior.

Relacionadas