Febralot e Caixa analisam o mercado

Loterias
Febralot e Caixa analisam o mercado

Febralot e Caixa analisam o mercado

Autoridades da Federação Brasileira das Empresas Lotéricas (Febralot) se reuniram com o vice-presidente da Superintendência Regional da CAIXA, Paulo Ângelo, para analisar a situação atual do setor. 

Durante o dia, e com base em estudos e pesquisas, a Caixa constatou que muitos lotéricos não sabem aproveitar ao máximo suas possibilidades. Da mesma forma, indicou que este canal de remuneração é uma via de mão dupla onde o empresário necessita de ter rendimentos mais elevados e, no seu conjunto, a Caixa necessita de aproveitar a ampla comercialização de todos os produtos.

De acordo com a pesquisa, verificou-se que:

  • 5.546 unidades lotéricas ainda não possuem pessoa credenciada para realizar serviços comerciais, mesmo na TFL.
  • Um total de 348 unidades lotéricas não fazem um pacote, um produto com um dos maiores percentuais de comissão, cerca de 25% das unidades exploram essa modalidade abaixo de 20% de sua receita de jogo.

Ajuste de remuneração para serviços de correspondência bancária

Caixa e Febralot se reuniram várias vezes para discutir o assunto, até que, finalmente, chegaram a um ponto de encontro. As entidades anunciaram reajuste de 7,09%, em decorrência do atendimento a solicitação da Federação Brasileira das Empresas Lotéricas - FEBRALOT, que solicitou o IPCA +1%, considerando o período acordado que vai de abril de 2020 a março de 2021 e que será pago retroativamente a julho de 2021. Esse ajuste leva a taxa média de 80 a 86 centavos.

Fonte: Focus Gaming News 

Relacionadas