BgC: os jogos no combate às desigualdades

Loterias
Painel sobre jogos no combate às desigualdades sociais fecha BgC

BgC: os jogos no combate às desigualdades

O último painel apresentado no Brazilian Gaming Congress discutiu o jogo como uma possibilidade de diminuição das desigualdades sociais.

O secretário da Comissão Especial de Jogos da OAB, Daniel Homem de Carvalho, moderou o debate que teve a participação de Kelly Mattos, presidente da Loterj, Filipe Rodrigues, diretor geral do Instituto de Governança e Integridade no Esporte, e Iuri Ribeiro Castro, diretor executivo da Caixa Loterias.


A explanação de Filipe Rodrigues abordou as oportunidades que a regulamentação dos jogos pode promover no país.

O diretor do Instituto de Governança e Integridade no Esporte afirmou que a prática esportiva é uma das melhores formas para, a longo prazo, diminuir as desigualdades.

Ele destacou também a força dos games na sociedade brasileira atual.

- Uma grande oportunidade de investimento na questão das apostas e na questão dos jogos é com os esportes eletrônicos, os eSports. No Brasil, hoje, nós temos 70 milhões de "gamers". Então, essa é uma oportunidade bastante interessante - afirmou Rodrigues, que complementou na sequência.

- A gente tem que pensar nos novos negócios com uma cabeça atual - frisou o advogado.

Após a fala de Filipe, Kelly Mattos entrou em cena. A presidente da Loterj, que já havia participado de um painel no primeiro dia, deu ênfase aos projetos sociais que são promovidos com recursos da Loteria do Estado do Rio de Janeiro.

Também no assunto loterias, Iuri Ribeiro Castro explicou como funciona o sistema de loterias da Caixa.

O diretor executivo da Caixa Loterias ressaltou que a instituição financeira tem compromisso com o social, através de repasses oriundos das arrecadações de seus produtos lotéricos.

Castro destacou as dificuldades que a Caixa encontra para desenvolver loterias por conta do baixo payout.

- Nós temos uma equipe muito competente que trabalha no dia a dia para melhorar os nossos produtos. E melhorando os produtos, a gente aumenta a arrecadação e, consequentemente, aumenta os repasses. A loteria não vive para aumentar arrecadação. Ela vive para aumentar os repasses - explicou o executivo, que citou, em números, os repasses feitos pela Caixa em 2018 aos setores da sociedade, como cultura, esporte, segurança e educação.

O BgC chegou ao fim nesta terça-feira (25) após dois dias de muito debate a respeito dos jogos no Brasil.

A sexta edição do evento ocorreu no momento em que o país discute de forma concreta a legalização da atividade. O Joga Brasil acompanhou todos os detalhes do BgC in loco, diretamente do Tivoli Mofarrej, em São Paulo.

Fotos: Joga Brasil

Relacionadas