Novas regras para iGaming estão em pauta na Grécia

Legislação
Novas regras para iGaming estão em pauta na Grécia

Novas regras para iGaming estão em pauta na Grécia

A Grécia está em busca de melhorar a regulamentação dos jogos de azar online no país. O objetivo, sobretudo, é proteger o jogador, permitindo que ele continue na atividade para se divertir, mas que tenha mecanismos de defesa para não ser explorado pelos sites de jogos. A Hellenic Gaming Commission (EEEP) concedeu às firmas que operam no setor um prazo de dez dias para que respondam aos novos regulamentos propostos por ela.

São várias as medidas de preservação do jogador que EEEP sugere. A começar por obrigar que os licenciados apresentem as informações sobre os jogos em todas as páginas de seus sites. Permitir que os jogadores possam definir limites de apostas também está entre as prioridades da Comissão.

Caso um frequentador de sites deste segmento apresente um claro problema com relação a vício, os operadores terão que intervir na conta do jogador, restringido as suas possibilidades de apostas. Os jogadores também vão poder, de acordo com as novas regras, excluir um determinado jogo de forma temporária, ou, até mesmo, permanente.

Por outro lado, os licenciados vão poder excluir os jogadores de seus games desde que tenham um motivo pertinente para isso. Existe um procedimento estabelecido pela EEEP para casos desta natureza.

No que se refere ao âmbito da propaganda, a comissão também estipulou novas diretrizes. Em seus anúncios, os licenciados devem evitar o uso de gráficos, por exemplo. Empresas que desejam a licença para atuar nesta área de jogos online e apostas esportivas na Grécia terão que desembolsar uma taxa de cinco milhões de euros. As novas licenças vão durar cinco anos.

Foto: Getty Images

Relacionadas