Frente Parlamentar em Defesa dos Lotéricos foi relançada na Câmara

Legislação
Frente Parlamentar em Defesa dos Lotéricos foi relançada na Câmara

Frente Parlamentar em Defesa dos Lotéricos foi relançada na Câmara

Em várias cidades do país as Casas Lotéricas são a única forma do cidadão ter acesso a serviços bancários e vários outros serviços. Os representantes de lotéricos de todo o Brasil estiveram no salão nobre da Câmara dos Deputados prestigiando o relançamento da frente parlamentar em defesa dos lotéricos. Todo ano eles vêm à Brasília fazer pressão em busca de mudanças na legislação para garantir que eles tenham condições de prestar um serviço com melhor qualidade.

O responsável por articular os cerca de 200 parlamentares que formam a frente parlamentar em defesa dos lotéricos é o deputado Weliton Prado (Pros-MG). "Praticamente em quase todos os municípios - 96% dos municípios brasileiros - têm uma casa lotérica. Os lotéricos estão em situação de penúria. A remuneração é baixa em relação às tarifas e à arrecadação dos jogos”, disse. "A Caixa Econômica Federal tem que pensar uma nova modalidade que inclua os lotéricos também com jogos eletrônicos. A frente vai garantir segurança jurídica através da legislação para que se tenha regras e uma lei específica.”

Romero Nascimento é presidente de uma associação de Lotéricas responsável por essa articulação da sociedade civil dos lotéricos com os parlamentares. “Ontem nós tivemos a primeira reunião de trabalho para tentar equacionar alguns problemas, hoje a nossa pauta está fincada em cinco elementos, o primeiro elemento é segurança jurídica, trazer segurança jurídica para rede lotérica. Já existe um desenho de projeto de lei para regular os contratos feito na legislatura passada, que hoje podem ser encerrados pela Caixa a qualquer momento”, disse.

 

Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

Relacionadas

Seminário: A Legalização dos Jogos em Novo Cenário
Legislação

Seminário: A Legalização dos Jogos em Novo Cenário

O seminário debateu a legalização dos jogos nesta quarta-feira, na Câmara dos Deputados em Brasília, tendo como objetivo fornecer mais informações aos parlamentares e à população e, assim, mobilizar o Congresso Nacional para votar em propostas relacionadas à legalização de jogos.