Deputado, sobre legalização:

Legislação
Deputado Vermelho defende legalização dos jogos

Deputado, sobre legalização:

O momento para a legalização dos jogos chegou no Brasil? De acordo com o deputado federal Vermelho (PSD-PR), sim.

O parlamentar participou do programa Expressão Nacional, uma realização da TV Câmara.

Ao lado do deputado Vermelho, outros nomes importantes estiveram na mesa. O presidente do Instituo Brasileiro Jogo Legal, Magnho José, o deputado federal Sanderson (PSL/RS) e o presidente do Movimento Brasil Sem Azar, Paulo Fernando Melo, marcaram presença no programa. Estes dois últimos, contrários à legalização dos jogos.

- Eu acredito que chegou o momento. O Brasil está maduro e na hora certa para que a gente possa avançar, dentro dos controles e da legalidade, é claro - afirmou o deputado Vermelho, enfatizando que a legalização pode gerar empregos e renda no país.

O parlamentar do Paraná ainda ressaltou que o Brasil, na sua visão, está desperdiçando a oportunidade de melhorar a situação econômica do país ao não legalizar a atividade.

- Está saindo pelos dedos uma oportunidade. As pessoas estão indo a outros países para jogar e deixando de contribuir, aqui no país, com a arrecadação, com a geração de empregos - destacou Vermelho.

O outro deputado presente ao debate, por sua vez, apontou pontos negativos que a legalização pode trazer.

O deputado Sanderson se posicionou de forma contrária à legalização (Michel Jesus/Câmara dos Deputados)

- Ninguém pede nota fiscal, ou pede recibo de uma aposta. É muito fácil usar essas atividades, como jogos de azar, bingos, para lavagem de dinheiro - ressaltou o deputado Sanderson, que acrescentou um outro fator que ele considera negativo: a vulnerabilidade dos jogadores.

- Com essa liberação, com esse incentivo, com esse fomento que o Estado estará dando à jogatina, muitas pessoas, provavelmente, ficarão reféns de jogos de azar - afirmou o parlamentar gaúcho.

Confira o programa na íntegra:




Primeira foto: Vinícius Loures/Câmara dos Deputados

Relacionadas