Dep. Bacelar defende legalização de jogos

Legislação
Deputado Bacelar é a favor da regulamentação dos jogos

Dep. Bacelar defende legalização de jogos

Constantemente em pauta na Câmara dos Deputados ao longo dos últimos meses, a legalização dos jogos foi abordada mais uma vez em entrevista do deputado federal João Carlos Bacelar Batista (Podemos-BA) ao programa "Palavra Aberta", da TV Câmara.

Durante o bate-papo (assista abaixo), o parlamentar defendeu de forma fervorosa a regulamentação da atividade no país.

- A proibição dos jogos no Brasil trouxe desemprego, falência, corrupção, falta de investimentos. Foi uma medida altamente prejudicial à economia brasileira - afirmou o deputado em um trecho da entrevista.

Bacelar, que é presidente da Frente Parlamentar Mista pela Aprovação do Marco Regulatório dos Jogos no Brasil, destacou que na situação econômica atual, com alto número de desempregados, o país não pode se dar ao luxo de fechar os olhos para a atividade.

Segundo o deputado, os jogos legalizados vão proporcionar 600 mil empregos diretos e mais 600 mil empregos indiretos.

- Pode gerar (a atividade), para os cofres públicos, uma receita entre 15 e 20 bilhões por ano - enfatiza o parlamentar.

O político baiano frisou que, em sua visão, a atividade ainda não foi regulamentada por hipocrisia e fanatismo religioso.

- Hipocrisia porque o brasileiro joga. E joga muito - enfatizou Bacelar, citando o gosto do brasileiro, de uma forma geral, por loterias oficiais e também por jogos ilegais, como o jogo do bicho.

- O jogo do bicho emprega. E emprega ilegalmente. Não tem carteira assinada, não tem contribuição para a Previdência. O jogo do bicho (legalizado) proporcionaria 400 mil pessoas recolhendo para a Previdência - afirma o deputado.

Foto: Will Shutter/ Câmara dos Deputados

Relacionadas