Proteção ao jogador foi discutida na ICE

Cassino
Proteção ao jogador foi discutida na ICE

Proteção ao jogador foi discutida na ICE

Uma das atrações da ICE London 2019, que terminou na última quinta-feira, foi a Zona de Proteção ao Consumidor, que visou ao debate de ideias voltadas para resguardar o jogador compulsivo. O objetivo era aprofundar os conhecimentos a respeito do jogo responsável, abordando temas como transparência das empresas e autoexclusão do jogador.

Esta área faz parte da ICE London desde o ano passado. Na edição de 2019, uma das participantes foi a YGAM (Young Gamblers Education Trust). Ao site do evento, Andy Mergett, um ex-jogador viciado que hoje trabalha para a YGAM, ressaltou a importância de que haja uma campanha de conscientização a respeito do vício em jogos.

- Há programas de educação para jovens sobre os perigos do álcool e das drogas. É vital que trabalhemos com a indústria para oferecer uma educação sobre os perigos do jogo problemático – afirmou Mergett.

Criada há quatro anos, a YGAM é uma instituição de caridade que atua no Reino Unido. Tem como principal propósito auxiliar jogadores que não conseguem se controlar perante a indústria dos jogos e dessa forma se afundam no vício. O objetivo do trabalho é fazer com que as pessoas compreendam os danos que os jogos de azar podem proporcionar quando a relação entre jogador e jogo deixa de ser saudável.

Foto: ICE London

Relacionadas

Novo golpe ao jogo clandestino de Buenos Aires
Cassino

Novo golpe ao jogo clandestino de Buenos Aires

O jogo clandestino em Buenos Aires continua a proliferar e as autoridades continuam ativas contra ele. As autoridades provinciais realizaram uma nova operação contra o jogo clandestino e prenderam três pessoas em Buenos Aires.