Os cassinos vão voltar para o Brasil?

Cassino
Prédio branco, imponente, hotel Copacabana Palace

Os cassinos vão voltar para o Brasil?

No livro "Brasil: Uma biografia", as autoras Lilia Schwarcz e Heloisa Starling contam que em 1939, "o Brasil despachou para os Estados Unidos a cantora Carmen Miranda (...)". Nessa época, Carmen já era uma grande estrela nos palcos e cassinos brasileiros. 

Eram tempos de cassinos abertos pelo país. O livro ainda conta que o Brasil chegou a ter mais de setenta cassinos oficiais distribuídos por Rio de Janeiro, Niterói, Petrópolis, Minas Gerais e São Paulo. No Rio, os principais cassinos, e mais glamurosos, eram o do Copacabana Palace, o Cassino Atlântico e o Cassino da Urca. 

Além da elegância e imponência da arquitetura, estes cassinos eram pontos de encontro da sociedade carioca, celebridades, empresários, políticos. Davam ressonância à vibração da capital litorânea que ofereceria a Bossa Nova ao mundo dali a alguns anos. 

Era nos palcos do cassino da Urca que Carmen Miranda se apresentava. Eles movimentavam uma indústria que promovia diversão e gerava empregos. Em abril de 1946, Gaspar Dutra, um presidente conservador e moralista, colocou fim à brincadeira. Com um decreto, proibiu o jogo no território nacional e fechou os cassinos. A consequência imediata: cerca de 40 mil desempregados. 

Esta semana, o jornal carioca O Dia publicou um artigo falando sobre o interesse de empresas internacionais de cassino no mercado brasileiro. Entre os interessados estariam a Sands Corporation e a MGM Mirage. São marcas que gostariam de investir em cidades de grande circulação turística como Rio de Janeiro e Salvador. 

No momento, há discussões no Senado no sentido de regulamentar a atividade no país. A matéria menciona que a regulamentação poderia gerar mais de 160 mil empregos e aumentar o turismo brasileiro para a casa dos 12 milhões anuais. 

Hoje, o Brasil, com sua riqueza deslumbrante e diversidade, é um fracasso em captação de turistas. Recebe cerca de 6 milhões por ano. Portugal, um país menor que Pernambuco, recebe cerca de 20 milhões de turistas por ano. Só a Catedral de Notre Dame, quando estava aberta, recebia por ano mais que o dobro do número de turistas que o Brasil recebe. 

Voltando para os cassinos, o Brasil vive a mais ou menos a situação daquele famoso meme "é proibido, mas se quiser pode". No país, basicamente o jogo não é ilegal, mas deve ser jogado online. 

Quando Dutra assinou o decreto, foi alertado de que o jogo não desapareceria, seria promovido na clandestinidade. Está na hora de olhar outra vez para essa questão, o Estado finalmente voltar a receber dividendos da atividade e a sociedade colher os benefícios. 

Fonte: O Dia

Relacionadas