Marcelo Crivella inaugurou o Conselho de Turismo e voltou a defender cassinos

Cassino
Conselho Municipal de Turismo

Marcelo Crivella inaugurou o Conselho de Turismo e voltou a defender cassinos

Nesta semana, o prefeito do Rio de Janeiro, Marcello Crivella, inaugurou o Conselho Municipal de Turismo no Palácio da Cidade. O Conselho tem como objetivo criar políticas públicas para o desenvolvimento do setor. Durante a cerimônia de abertura, o prefeito defendeu a regulamentação dos cassinos para impulsionar a indústria do turismo.

Mais de 150 representantes de vários organismos privados e públicos estiveram presentes no evento de segunda-feira. Incluindo o secretário de turismo do estado, Otávio Leite, e o vereador e presidente da Comissão de Turismo, Marcelo Siciliano. Além disso, havia o presidente da Comissão do Turismo da Assembleia Legislativa, Welberth Rezende.

O secretário de Turismo da Cidade do Rio de Janeiro, Paulo Jobim, apresentou o programa ‘Um Rio de Oportunidades’ com as principais metas para o turismo da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro e defendeu a aprovação do Marco Regulatório dos Jogos, através dos PL 442/91 ou PLS 186/14. O projeto também inclui a regulamentação dos cassinos no país e permitiria a instalação de dois cassinos no Rio de Janeiro.

Por sua parte, Crivella disse que de todas as políticas públicas apresentadas para o setor, a mais importante era a do cassino. E em várias ocasiões ele citou o modelo de Cingapura e o presidente do Grupo Las Vegas Sands, Sheldon Adelson. Os cassinos seriam possíveis dentro de resorts integrados, que reúnem também estruturas de hotéis, casas de shows, shoppings e centros de convenções. Esse é o modelo defendido por Crivella, para instalação no Porto Maravilha.

Declarações

“O Rio de Janeiro precisa ter na indústria do turismo um cassino. Essa é uma missão para o Conselho. Que a gente possa fazer bons investimentos, gerando emprego, diminuindo a violência”, disse o prefeito Crivella.

O deputado Welberth Rezende disse que “o cassino é uma grande saída para o Brasil”.

“Nós temos certeza que o Congresso Nacional e os parlamentares estão sensibilizados com esta questão e nós vamos ter sim a aprovação do Marco Legal. É importante que o Rio de Janeiro imediatamente estude com critério os interesses do Rio de Janeiro com a regulamentação do jogo. Agora vamos aguardar, vamos torcer!”, disse Paulo Jobim.

Foto: Divulgação/Edvaldo Reis

Relacionadas

Licitação de resort integrado em Osaka
Cassino

Genting foi selecionada para licitação de RI em Osaka

Genting umas das três selecionadas para licitação de resort integrado em Osaka. A concessão do RI será de 10 anos, com um período de exclusividade de 7 anos. O lugar planejado para o RI tem 49 hectares no noroeste da ilha artificial de Yumeshima, que também é onde a Expo Mundial de Osaka-Kansai de 2025 será realizada.