Marcelo Crivella inaugurou o Conselho de Turismo e voltou a defender cassinos

Cassino
Conselho Municipal de Turismo

Marcelo Crivella inaugurou o Conselho de Turismo e voltou a defender cassinos

Nesta semana, o prefeito do Rio de Janeiro, Marcello Crivella, inaugurou o Conselho Municipal de Turismo no Palácio da Cidade. O Conselho tem como objetivo criar políticas públicas para o desenvolvimento do setor. Durante a cerimônia de abertura, o prefeito defendeu a regulamentação dos cassinos para impulsionar a indústria do turismo.

Mais de 150 representantes de vários organismos privados e públicos estiveram presentes no evento de segunda-feira. Incluindo o secretário de turismo do estado, Otávio Leite, e o vereador e presidente da Comissão de Turismo, Marcelo Siciliano. Além disso, havia o presidente da Comissão do Turismo da Assembleia Legislativa, Welberth Rezende.

O secretário de Turismo da Cidade do Rio de Janeiro, Paulo Jobim, apresentou o programa ‘Um Rio de Oportunidades’ com as principais metas para o turismo da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro e defendeu a aprovação do Marco Regulatório dos Jogos, através dos PL 442/91 ou PLS 186/14. O projeto também inclui a regulamentação dos cassinos no país e permitiria a instalação de dois cassinos no Rio de Janeiro.

Por sua parte, Crivella disse que de todas as políticas públicas apresentadas para o setor, a mais importante era a do cassino. E em várias ocasiões ele citou o modelo de Cingapura e o presidente do Grupo Las Vegas Sands, Sheldon Adelson. Os cassinos seriam possíveis dentro de resorts integrados, que reúnem também estruturas de hotéis, casas de shows, shoppings e centros de convenções. Esse é o modelo defendido por Crivella, para instalação no Porto Maravilha.

Declarações

“O Rio de Janeiro precisa ter na indústria do turismo um cassino. Essa é uma missão para o Conselho. Que a gente possa fazer bons investimentos, gerando emprego, diminuindo a violência”, disse o prefeito Crivella.

O deputado Welberth Rezende disse que “o cassino é uma grande saída para o Brasil”.

“Nós temos certeza que o Congresso Nacional e os parlamentares estão sensibilizados com esta questão e nós vamos ter sim a aprovação do Marco Legal. É importante que o Rio de Janeiro imediatamente estude com critério os interesses do Rio de Janeiro com a regulamentação do jogo. Agora vamos aguardar, vamos torcer!”, disse Paulo Jobim.

Foto: Divulgação/Edvaldo Reis

Relacionadas

Apreensão de slots ilegais na Colômbia
Cassino

Apreensão de slots ilegais na Colômbia

Slots ilegais na Colômbia continuam sob a mira de Coljuegos. A polícia realizou uma operação de controle em estabelecimentos em Cartagena e apreendeu 53 máquinas caça-níqueis ilegais na Colômbia.