Macau cria primeiro limite para mesas de cassino

Macau cria primeiro limite para mesas de cassino

Macau fixou um limite de 6.000 mesas de jogos e 12.000 máquinas de jogos para novos operadores de cassino no início do próximo ano. A região também estabeleceu níveis mínimos de renda para cada operador. A notícia foi divulgada pela Reuters.

É a primeira vez que as autoridades estabelecem um limite formal para o número de mesas e um requisito de renda mínima, já que o governo procura reforçar o controle dos operadores de cassinos que arrecadaram US$ 36 bilhões em 2019, antes das interrupções do COVID-19.

Com contratos para expirar no final do ano, as seis operadoras licenciadas do território, Sands China, Wynn Macau, Galaxy Entertainment, MGM China, SJM Holdings, Melco Resorts têm que relicitar por seus lugares.

O processo de licitação altamente antecipado começou em julho, quando o governo disse que as operadoras globais de jogos poderiam enviar propostas para novas licenças de 29 de julho a 14 de setembro, informou a Reuters.

Em comunicado, o governo disse que "a nova operação de jogos do início do próximo ano irá limitar a quantidade total de todas as mesas de jogos e máquinas de jogos para garantir um desenvolvimento ordenado e saudável".

O rendimento bruto anual mínimo de cada mesa de jogo está fixado em 7 milhões de patacas (US$ 866.122), enquanto o valor para cada máquina de jogo é de 300.000 patacas (US$ 37.120), disse o governo.

Esses valores de receita bruta mínima garantem um nível mínimo de imposto para o governo, com o operador tendo que compensar a diferença se as receitas ficarem aquém. As regras visam estimular as empresas licenciadas a fazer bom uso de mesas e máquinas aprovadas, disse o governo.

Fonte: Reuters