Jogos: Las Vegas tem receita recorde de US$ 794mi

Cassino
Mesa de poker, fichas, pessoa segurando carta

Jogos: Las Vegas tem receita recorde de US$ 794mi

Em julho a cidade de Las Vegas arrecadou US$ 794 milhões em receitas de jogo de cassinos. De acordo com os números publicados pela Nevada Gaming Control Board, este foi um recorde para o estado. Julho também registrou um aumento de 46% em comparação com a receita pré-pandemia em julho de 2019.

Em todo o estado, a receita do jogo atingiu US$ 1,36 bilhão no mês, tornando julho o quinto mês consecutivo a atingir a marca do bilhão de dólares, junto com um aumento de 33% em relação a julho de 2019.

As expectativas para a cidade, também conhecida como Sin City, são otimistas e esperam uma recuperação para os níveis pré-pandemia em meados de 2022. A números recordes de julho, porém, vieram de uma confluência de fatores. 

Graças ao calendário, julho teve cinco fins de semana, o que ajudou a aumentar os números. Também houve muitos eventos que atraíram visitantes à Sin City, como o show “O” do Cirque Du Soleil, que retornou ao Bellagio, concertos musicais em cassinos e a inauguração do cassino Resorts World Las Vegas.

Os cassinos regionais do estado superaram outros mercados regionais dos EUA com a receita de julho tendo um aumento de 17% em comparação com julho de 2019. O centro de Las Vegas subiu 35% em relação ao mesmo período em 2019.

Neste período Las Vegas recebeu um grande fluxo de visitantes, que representou um aumento de 130% em relação a julho de 2020, de acordo com um relatório da Las Vegas Convention and Visitors Authority. Quando comparado com julho de 2019, período pré-pandemia, o volume de visitantes caiu 10,4%. Apesar disso, o número significa um grande avanço se considerar que o verão passado teve uma queda de mais de 60% em comparação com os níveis pré-pandêmicos.

Até a divulgação dos números, o mês de agosto não estava acompanhando o ritmo de julho. A variante Delta e a abertura de escolas durante o ano são fatores que podem ter contribuído para a queda e podem resultar em números de receita mais fracos. 

Colin Mansfield, analista da Fitch Ratings, é mais pé no chão nas avaliações e diz que os números da receita de julho foram impressionantes, mas o cronograma de recuperação mudou. Segundo Mansfield, a Fitch ainda prevê que a recuperação total de Las Vegas virá apenas em 2023. O avanço da variante Delta e a redução nas taxas de avaliação tornam difícil prever os números para a Sin City. 

Fonte: Forbes

Relacionadas