Governador do Rio de Janeiro defende legalização dos jogos de azar

Cassino
Governador do Rio de Janeiro defende legalização dos jogos de azar

Governador do Rio de Janeiro defende legalização dos jogos de azar

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, aproveitou a cerimônia de posse do presidente da Petrobras para defender a legalização dos jogos de azar no Brasil. Em discurso durante a cerimônia de posse do novo presidente da Petrobras - Roberto Castello Branco - na sede da empresa, Witzel falou em jogos de azar, embora tenha admitido que o tema não tinha muita ligação com a solenidade que participava.  

“Há uma crença de que o jogo (de azar) não pode acontecer no Brasil. O jogo pode em qualquer lugar do mundo. O que não pode é deixar de acontecer a fiscalização. No Rio, estamos nos planejando para reestruturar a polícia e em conjunto para combater, por exemplo, crimes como lavagem de dinheiro. Temos que gerar emprego e renda”, revelou o governador durante o ato.

O discurso do governador vai ao encontro do recente pedido do prefeito da cidade, Marcelo Crivella, ao presidente Jair Bolsonaro. Ele pediu ajuda para instalar um Cassino do Grupo Las Vegas Sands em Porto Maravilha.  

“Quero que o novo presidente Jair Bolsonaro me ajude a aprovar uma superlicença para termos um cassino. Recebi a visita do Sheldon Adelson, presidente da empresa Las Vegas Sands, e ele está interessadíssimo em investir US$ 10 bilhões e gerar 50 mil empregos”, disse Crivella. 

Foto: G1

Relacionadas

Apreensão de slots ilegais na Colômbia
Cassino

Apreensão de slots ilegais na Colômbia

Slots ilegais na Colômbia continuam sob a mira de Coljuegos. A polícia realizou uma operação de controle em estabelecimentos em Cartagena e apreendeu 53 máquinas caça-níqueis ilegais na Colômbia.