Cassino do Arizona reabre para o público

Cassino
Cassino do Arizona reabre para o público

Cassino do Arizona reabre para o público

Os estados americanos seguem firmes no processo de desconfinamento e reabertura dos seus estabelecimentos comerciais ao público. No Arizona, o maior cassino da Nação Navajo, território indígena no estado, reabriu pela primeira vez desde o início da pandemia de COVID-19.

O Twin Arrows Resort Casino, a leste de Flagstaff, cidade do Arizona, se encontrava fechado desde março de 2020, quando os lockdowns começaram a se espalhar pelo país. As autoridades promoveram uma feira de empregos para o sábado (10), antes da reabertura que ocorreu nesta segunda-feira (12).

Jonathan Nez, o presidente da tribo nativa local, assinou recentemente uma legislação que permite aos visitantes viajar pela reserva, cuja extensão territorial é maior do que mais de dez estados americanos juntos, e visitar atrações populares como o Canyon de Chelly e o Monument Valley. Esta medida terminou por abrir caminho para a reabertura do Twin Arrows Casino.

A reabertura, porém, não será completa, ao menos neste primeiro momento. No início, o cassino terá um horário de funcionamento limitado e um nível de ocupação reduzido a 50%. Medidas de controle e prevenção também continuarão sendo realizadas. Os clientes do cassino e hóspedes dos hotéis deverão usar máscaras e ter suas temperaturas verificadas. Além disso, não será permitido fumar no interior das instalações e o buffet não estará aberto.

O número de novos casos de coronavírus notificados na reserva indígena permaneceu relativamente baixo, o que facilita reaberturas. A tribo relatou no sábado (10) apenas 13 novos casos e nenhuma morte adicional. Mesmo assim, os líderes tribais pediram aos residentes da reserva que se estende pelo Novo México, Arizona e Utah que sejam cautelosos, usem máscaras e se vacinem.

Relacionadas