Blackstone pode assumir cassinos da Crown Resorts

Blackstone pode assumir cassinos da Crown Resorts

A agência de notícias Reuters informou nesta quinta-feira (9) que os reguladores de jogos de azar da Austrália autorizaram a gigante de private equity Blackstone a administrar os cassinos da Crown Resorts nas duas maiores cidades do país. A aquisição custará US$ 6,3 bilhões e já era esperada. 

A Crown Resorts está sob pressão há anos, desde que investigações descobriram que a empresa permitia a lavagem de dinheiro, enquanto os bloqueios e fechamentos de fronteiras da COVID-19 prejudicaram seus lucros e ações.

Desde então, a Crown apoiou a oferta de compra da Blackstone como uma forma de os investidores saírem do que se tornou um investimento volátil. Analistas dizem que o prestígio da nova proprietária pode acelerar os esforços de mostrar aos reguladores que a empresa revisou sua governança.

As novas aprovações dos reguladores que cobrem Sydney em Nova Gales do Sul e Melbourne em Victoria aproximam a Blackstone de fechar o negócio, divulgou a agência de notícias. Embora amplamente esperadas, as aprovações eliminam a preocupação com outras dores de cabeça regulatórias nos dois principais mercados da Crown.

O cassino de Sydney da Crown já foi proibido de aceitar apostas desde a abertura em 2020, enquanto seu resort em Melbourne está sob supervisão do governo. Os reguladores em Perth, Austrália Ocidental, onde a Crown opera seu terceiro cassino, que também está sob supervisão estatal, não tomaram uma decisão sobre a Blackstone.

Em um comunicado, a Crown disse apenas que a Blackstone recebeu duas aprovações dos reguladores e aguardava uma terceira. A Blackstone, porém, se recusou a comentar.

Philip Crawford, presidente da New South Wales Independent Liquor & Gaming Authority, disse que as aprovações "são um passo fundamental para garantir que a Crown Sydney seja capaz de cumprir plenamente seus compromissos para grandes reformas operacionais, estruturais e de governança."

"A Blackstone foi obrigada a demonstrar os mais altos padrões de probidade", disse ele em um comunicado. "Esse compromisso é vital para garantir que o Crown Sydney esteja livre de influência criminosa e gerencie adequadamente os riscos de danos associados às atividades do cassino".