NY dá licença de apostas esportivas a 9 empresas

Apostas Esportivas
NY dá licença de apostas esportivas a 9 empresas

NY dá licença de apostas esportivas a 9 empresas

O estado de Nova York aprovou nesta segunda-feira (8) licenças de apostas esportivas online para nove operadoras. Entre elas estão a DraftKings, FanDuel, Resorts World e os braços de jogos online da MGM e Wynn. As licenças terão validade de 10 anos.

Atualmente, 32 estados americanos legalizaram as apostas desportivas em seus territórios, mas apenas 18 legalizaram as apostas em dispositivos móveis. A expectativa é de que o mercado de apostas esportivas online de Nova York atinja US$ 1 bilhão em receita anual, de acordo com a empresa de investimentos Macquarie.

As estimativas do estado dão conta de uma receita anual de impostos proveniente das apostas esportivas online que poderá chegar aos US$ 493 milhões no início de 2025, segundo a Forbes. As apostas esportivas móveis já haviam sido legalizadas em abril pelo ex-governador Andrew Cuomo e há anos é legal realizar apostas presenciais em esportes no estado.

Porém, uma questão de logística dificultava as apostas dos jogadores. O cassino mais próximo da cidade de Nova York para apostaa em esportes fica a duas horas de carro do Resorts World Catskills, o que fazia a maioria dos jogadores cruzar o rio Hudson para Nova Jersey para fazer apostas em seus telefones, onde as apostas esportivas online já eram legalizadas desde 2018.   Números divulgados pela Macquarie revelam que 20% das apostas esportivas em Nova Jersey vêm de nova-iorquinos que cruzam a fronteira do estado 

As tributações para esta modalidade de jogos em Nova York alcançarão 51% da receita bruta do jogo, o que é extremamente alto para a indústria. Segundo a Macquarie, a taxa média de imposto sobre apostas esportivas on-line nos EUA é de cerca de 11%, e o único outro estado com uma taxa de imposto de 51% é New Hampshire.

Os fornecedores de plataformas de apostas esportivas com licenças concedidas pela Gaming Commission de Nova York também pagarão uma taxa única de licenciamento no valor de US$ 25 milhões. Por conta de uma população de quase 20 milhões, ainda assim o estado é considerado um mercado promissor para o setor.

A nota divulgada pela Macquarie dá algumas razões para este investimento. "Acreditamos que Nova York representa um dos estados mais atraentes para as apostas esportivas devido à sua população, riqueza/renda e cultura esportiva".

De acordo com a Forbes, a próxima etapa no processo regulatório é os vencedores encontrarem uma instalação para hospedar os servidores. A Comissão de Jogos do Estado de Nova York precisará aprovar esses locais e os servidores deverão estar localizados em um dos quatro cassinos comerciais do estado. Os operadores ainda são obrigados a pagar uma taxa anual de US$ 5 milhões para o cassino que hospeda seus servidores.

Ainda não há um cronograma formal para o lançamento do programa, avançou a revista econômica. Mas espera-se que os jogadores possam fazer apostas até o Super Bowl de 2022.

Relacionadas