Emanuel cogitado para comitê

Apostas Esportivas
Emanuel cogitado para comitê

Emanuel cogitado para comitê

No intuito de preservar a lisura do esporte, o governo planeja criar um comitê de integridade para discutir o decreto de apostas que pretende lançar até o fim deste ano.

A informação é do blog "Lei em Campo", do portal UOL.

De acordo com a publicação, um grupo de trabalho que englobaria atletas, confederações, dirigentes, clubes, empresas, a Secretaria do Esporte e o Ministério da Justiça pode ser montado para definir o que deve ou não estar no decreto.

E um dos nomes ventilados para estar à frente deste comitê é o do campeão olímpico Emanuel Rego.

Considerado um dos maiores jogadores da história do vôlei de praia, Emanuel, que encerrou a carreira de atleta em 2016, assumiu a Secretaria Nacional de Esporte de Alto Rendimento em maio deste ano.

Com três medalhas olímpicas no currículo, ouro em Atenas 2004, bronze em Pequim 2008 e prata em Londres 2012, ele é visto como um nome de peso para ser uma das lideranças deste projeto.

- Estamos abertos para integrar um grupo de trabalho para discutir esses assuntos. O que se pode colocar lá sobre criminalização, ouvindo o lado do atleta, do dirigente esportivo, como isso pode acontecer e de que forma a gente pode elencar esse novo decreto - destacou o diretor de projetos da Secretaria Especial do Esporte, Celso Silva, ao blog "Lei em Campo".

A expectativa é que até o mês de novembro o decreto seja entregue ao presidente Bolsonaro. A partir daí restará apenas a aprovação para que a atividade de apostas esportivas esteja, de fato, regulamentada no país.

Seis meses após o decreto entrar em vigor, as casas de apostas vão poder operar de forma legal em solo brasileiro. 

Foto: Getty Images

Relacionadas